www.a criança no futsal.net

Principais alterações de regras em 2006

Conforme CBFS e FIFA

Regra nº01 - Zona de substituição
- Passa a ser de 5 metros, marcada a partir de 5 metros após linha divisória

Regra nº04
- Equipamentos
- A numeração das camisas dos atletas passam a ser com até 2 digitos. Caso haja opção em colocar número no calção, deverá ser o mesmo da camisa
- Em jogos internacionais a numeração será de 1 a 15
Fica liberada a utilização de aliança pelos atletas


Regra nº05 - Árbitros

- a) Os árbitros poderão aplicar o cartão amarelo e/ou vermelho nos intervalos ou após o término dos jogos para os atletas ou membros da Comissão Técnica enquanto estiverem dentro da superfície de jogo, devendo constar em seus relatórios as ocorrências
- b)Os árbitros, se julgarem necessário, podem modificar uma decisão quando se dão conta de que tomaram uma decisão incorreta, desde que não tenham reiniciado ou, dependendo do caso, terminado a partida.

Regra nº08 - Duração da partida
- Nos pedidos de tempo não será permitido que os atletas participantes da partida saiam da quadra e sentem no banco de reservas para receberem instruções e nem membros da Comissão Técnica e reservas entrem na quadra
- Nenhuma equipe terá direito a tempo-técnico na prorrogação mesmo que não tenha usado no 2º período de jogo
- A partida será prorrogada para a cobrança de um tiro livre direto sem barreira, da mesma forma que acontece na penalidade máxima, uma vez esgotado o tempo regulamentar.

Regra nº12 - Faltas cumulativas e recomendações
- Quando um atleta praticar uma infração e os árbitros aplicarem a lei da vantegem, após a conclusão da jogada mandará marcar uma falta individual e uma cumulativa
- Estando uma equipe com 4 faltas cumulativas e seu atleta comete a 5ª falta mas os árbitros aplicam a lei da vantagem, se em seguida ocorrer outra e o jogo for paralisado, esta deverá ser cobrada com um tiro livre direto sem barreira (6ª falta)


Regra nº14 e 15 - Distância dos atletas para a cobrança de tiros livres sem barreira e penalidade

- A distância dos atletas nas cobranças de tiro livre sem barreira e penalidade máxima em relação a bola, passa a ser de 5 metros atrás ou do lado desta, tendo como referência uma linha imaginária, paralela com a de meta, que passa sobre a bola

Regra nº16 e 18 - Tiro lateral e de canto - Distância
- A distância dos atletas adversários passa a ser de 5 metros (obs.: Foi eliminada a linha tracejada de 3 metros dentro da quadra)
- Coloca-se uma linha de 40 cm, no exterior da quadra, perpendicular a linha de meta de 5 metros de linha lateral
- Será válido o gol de tiro lateral contra ou favor se a bola em sua trajetória tocar em qualquer atleta, inclusive o goleiro dentro ou fora da área


Decisão por penalidades máximas (anexo - II)

- Se ao finalizar uma partida uma equipe tem mais atletas em condições de jogo que a outra, esta deverá reduzir o seu número para equiparar-se ao seu adversário. Após o início das cobranças não mais se aplica tal situação, mesmo em caso de expulsão ou contusão

Resumo das alterações de regras em 2003

Conforme RDI 02/2003 de 10.01.2003 da CBFS

1- “Na execução do tiro lateral, a bola deverá estar apoiada no solo colocada sobre a linha demarcatória da lateral podendo mover-se lentamente”.

2-
“A execução de arremesso de meta dar-se-á exclusivamente pelo goleiro, com o uso das mãos, de qualquer
ponto da área de meta”.

3-
“Falta Pessoal (Goleiro) - Controla a bola com as suas mãos ou com os pés por mais de 4 (quatro) segundos, em sua meia quadra de defesa”.

Livro - Prof.Iran - Cadastro Atleta - Lista dos Atletas - Vamos Rir com o Futsal - Dicas dos Profissionais - Escolinhas
Foto do seu time - Técnicos & Clubes - Links - Contato - Conhecimentos Gerais - Este Site - Curso

voltar topo da página

clique aqui!
by Banner-Link